Atrações

Atrações - San Andrés

Praia de Spratt Bight:

Principal praia da ilha, localizada em Norht End. De 450 metros de comprimento e areia branca, é um lugar ótimo para desfrutar do sol e da transparência multicolor da agua. Lá você pode encontrar as mulheres da ilha que se reúnem para fazer penteados nos visitantes (pequenas tranças), pode encontrar barcos de passeio ou pode jogar Freesbe, É um lugar ideal para se encontrar com mais pessoas, para uma cerveja e para informalidade. Atrás dela esta concentrada a área comercial e hoteleira e na frente pode divisar Johny Cay e os recifes que protegem a ilha.

Caverna de Morgan:

Não é apenas uma abertura misteriosa que o tempo abriu em uma massa de coral, mas evoca uma serie de lendas nas que os nativos acreditam firmemente. Um bom nadador pode tentar entrar para ver se é verdade que está formada por um labirinto que leva a uma praia única, que se manteve praticamente intocada pela dificuldade de acesso. O que sim é impossível verificar é se o tesouro do pirata Morgan ainda está nas profundidades.

O Cove:

Bahia onde o sol se põe, onde ficam as florestas da Armada Nacional e onde ancoram os cruzeiros que viajam pelo Caribe. É propicia para o mergulho. Alguns restaurantes estão localizados lá.

Hoyo Soplador (Buraco soprador):

É parecido com um gêiser do lado do mar e é um orgulho para os nativos. É um fenômeno natural causado por uma série de túneis subterrâneos que começa nos recifes de coral e termina em um único buraco a vários metros da água. Quando a maré sobe e as ondas vêm com força bater dentro desses túneis, o ar comprimido sai pelo buraco. É o momento mítico, que exalta os nativos: “O buraco está soprando, silêncio”. O turista de hoje, embora adore o mar de sete cores – todos azuis em diferente intensidade – e as praias de areia branca que só tem San Andrés, esforça-se por conhecer um pouco sobre a cultura das pessoas da ilha, que está expressa na arquitetura, comida tradicional, música, dança e outras coisas cotidianas da vida de seus habitantes. Por isso, é comum ver grupos de turistas interessados em assistir a palestras sobre proteção ambiental no arquipélago, ou trocando ideias com os nativos das ilhas durante os concertos de grupos de reggae.

San Luis:

Lugar onde existe a tranquilidade e você pode se acalmar com o som das ondas e sentir a segurança do vento, especialmente longe do barulho da cidade. San Luis é um lugar ideal, uma área nativa da ilha, com casas de madeira e arquitetura caribenha.

Lagoa Big Pond:

Localizada em La Loma. Tem 400 metros por 150 metros de comprimento e 30 metros de profundidade. É o lar de milhares de aves, jacarés, jibóias, caranguejos e peixes. Palmeiras, mangas e outras árvores frutíferas ao redor da lagoa.

La Loma:

Com 120 metros de altura, é o ponto mais alto a partir do qual a ilha pode ser vista em toda a sua magnitude e beleza. Vários anos atrás era o centro cultural da ilha. Ótimo para quem gosta de apreciar a natureza através de trilhas, como exercício para desfrutar paisagens diferentes, se carregando de boa energia e positividade.

Igreja Batista:

Primeria igreja da ilha. Devido a sua localização, ajuda a orientação das embarcações que chegam a ilha. Nos domingos, os nativos vestem-se especialmente para participar dos eventos religiosos.

Parque Regional Johnny Cay:

Uma pequena ilhota que é visível desde as praias do centro da cidade. É símbolo do turismo. Johnny Cay é alegre, tem palmeiras, coquetéis, alimentos locais e um mar agitado.

Haynes Cay:
Abrolho de coral cheio de palmeiras. Ambos estão rodeados por todas as cores do mar de San Andrés. Ao redor deste são praticados a maioria dos esportes náuticos.

Los Cayos Lejanos (Os abrolhos distantes):

Roncador, Quitasueño, Alburquerque, Serrana, Serranilla e Bolívar formam cinco áreas que encerram várias ilhotas e abrolhos. Localizados no meio do Caribe, com seus faróis são guias para os navios que navegam estes mares. Também têm postos militares. Estão cercados por recifes que os protegem do mar, da brisa e da chegada de desconhecidos, portanto, eram cemitério de navios e são ricos em espécies marinhas como tartarugas, lagostas, barracudas, caracóis e tubarões. Alguns são apenas de areia, outros estão cobertos com vegetação, têm poços de agua semipotável, e são o lar de milhares de aves. Devido a proximidade, Bolivar e Albuquerque são os mais visitados pelos turistas e pescadores, têm um charme único. No passado, foi um importante porto onde os navios saiam cheios de cocos e voltavam com mercadorias. Tem belas praias e alguns hotéis e restaurantes conhecidos, caracterizado pela harmonia com o ambiente.

Share This